Inspiração

Consiga O Look “Menos É Mais” No Seu Projeto De Design De Interiores

O look “menos é mais“, mais conhecido como minimalismo, é uma das poucas tendências que tem mais impacto na indústria do design de interiores. Recentemente, escrevemos um artigo sobre o minimalismo acolhedor, que é uma das vertentes deste estilo, pelo que é claramente um dos nossos princípios orientadores!

O minimalismo tem tido impacto nos hábitos de consumo, nos gostos e até na forma como podemos criar um design que seja melhor para o ambiente. Mas o que é que este movimento significa realmente? A forma mais fácil de o explicar é com a frase do arquiteto Ludwig Mies van der Rohe “menos é mais” – isto significa que se dá prioridade à função em detrimento da forma, mantendo-se apenas o essencial. Este estilo é caracterizado pela utilização de poucas cores, linhas simples e uma abordagem pragmática à seleção de ornamentos.

Agora que o minimalismo está explicado, vamos analisar os fatores mais importantes para que possa alcançar o estilo “menos é mais” no seu projeto de design de interiores!

01. Mantenha apenas os elementos essenciais no seu design

Para obter o look “menos é mais“, é importante adaptar o seu próprio estilo aos princípios minimalistas. Deixe que as linhas da arquitetura sobressaiam e mantenha o mobiliário simples e funcional, sem ornamentos desnecessários.

Se está a pensar em adicionar mais peças apenas para preencher o espaço que está a projetar – não o faça. Quanto mais aberta e clara for a divisão, melhor será o seu aspeto!

Por exemplo, se estiver a desenhar uma sala de estar, sugerimos um sofá modular como o nosso Sofá Edward – tem um design minimalista com proporções generosas e tem um carácter distinto pela sua versatilidade, especialmente quando combinado com diferentes acessórios, como um porta-revistas, um apoio de cabeça e uma mesa de apoio. Combine-o com uma mesa de centro como a nossa Mano e o seu projeto está completo!

02. Opte por uma paleta de cores quentes

Um projeto minimalista pode transmitir uma sensação de frieza, porque é necessário remover todos os ornamentos e cores fortes do espaço.

No entanto, há uma solução para isso: uma paleta de cores quentes. Ao utilizar cores quentes num projeto, uma tinta que interaja bem com a arquitetura, a iluminação e a orientação solar, conseguirá obter o aspeto “menos é mais” sem o risco de ser demasiado impessoal.

Além disso, os pavimentos de madeira são uma ótima escolha, porque pode trazer um aspeto natural de volta ao seu estilo e design!

03. Dê um toque pessoal

O minimalismo não tem de ser sinónimo de total despojamento! A pessoa para quem está a desenhar o seu projeto ainda precisa de ver as suas necessidades e os seus níveis de conforto satisfeitos. Adapte as regras minimalistas ao seu cliente, tenha em mente as suas necessidades e gostos e o que ele gosta de fazer no espaço que está a projetar.

Se o seu cliente gosta de ler, adicione uma estante; se uma cor específica o faz sentir mais feliz, adicione um toque dessa cor ao espaço; se ele quer uma sala de jantar sem demasiadas distrações, concentre-se apenas nas peças de mobiliário!

Adicionar uma cadeira como a nossa Vianna a uma sala de jantar, por exemplo, dará um toque clássico com um toque moderno ao seu projeto! Suportada por quatro pés de madeira, o assento e a almofada de encosto acolchoados criam o acessório perfeito para ambientes domésticos e públicos. Disponível em duas versões, com ou sem apoio para os braços, a parte superior do encosto é arqueada para o exterior, para um relaxamento máximo. Ao longo das extremidades, um debrum sofisticado confere um toque intemporal ao design.

04. Dar prioridade ao espaço de arrumação

Quando se trata de minimalismo, só fica bem quando a desarrumação é reduzida ao mínimo. Ao conceber um projeto minimalista, não vai querer ver desorganização e elementos fora do espaço, pois isso irá sobressair incorretamente.

prioridade ao espaço de arrumação em todas as divisões e certifique-se de que o mobiliário que selecionar tem gavetas, prateleiras ou um espaço discreto para arrumação, como os nossos pufes com arrumação oculta. O nosso pufe Adley serve como peça de arrumação ou até como assento adicional – tem um sistema de abertura sem esforço que se apodera do campo contemporâneo e lhe dá outro impacto, permitindo uma arrumação adequada em todos os tipos de espaço.

O nosso pufe Avery pode ser ainda mais funcional! Tem um tampo sólido lacado que pode ser utilizado como mesa de apoio e espaço de arrumação, combinando funcionalidade com um design simples. Qual é que prefere?

Por fim, os minimalistas acreditam em gastar cuidadosamente na menor quantidade possível de coisas. Ao mesmo tempo que se consegue a estética do “menos é mais“, também se pode investir em produtos de qualidade que durem décadas – será bom para o planeta e dará outro significado ao projeto!

Tem mais alguma dica sobre como conseguir o visual “menos é mais“? Deixe-nos saber na seção de comentários.

 

VER MAIS: Canadá: Os Melhores Designers De Interiores Que Precisa De Conhecer

Trabalhamos todos os dias para lhe trazer as ideias mais estilosas para inspirá-lo e para que crie decorações memoráveis. Esteja atento às nossas novidades através da Página do Instagram e através da nossa newsletter.

Related Posts