Sem categoria

Verdade Ou Mentira? Factos E Mitos Comuns No Design De Interiores

Todos os dias temos a sorte de trabalhar lado a lado com os nossos clientes para os ajudar a criar os melhores projetos de design de interiores para os seus clientes. Asseguramos que o trabalho fica exatamente como eles imaginaram, através da elaboração cuidadosa das nossas belas peças e da utilização de materiais que resistirão a décadas de uso e desgaste. No entanto, também gostamos de ajudar a melhorar os seus projetos com os nossos artigos sobre tendências, novidades e conceitos de design de interiores. E hoje, trazemos-lhe uma verificação de factos sobre mitos comuns no design de interiores!

Nesta indústria, os mitos e os equívocos estão por todo o lado, muitas vezes obscurecendo a realidade do que é necessário para criar um espaço bonito e funcional. Desde conceitos desatualizados a mal-entendidos persistentes, separar os factos da ficção é essencial para qualquer pessoa que pretenda iniciar um projeto de design.

Continue a ler e descubra alguns dos mitos mais prevalecentes em torno do design de interiores e descubra as verdades por detrás deles.

Mito 1: As paredes brancas fazem as divisões parecerem maiores

É uma crença comum que pintar as paredes de branco fará automaticamente com que uma divisão pareça mais espaçosa. Embora as cores claras possam, de facto, criar uma sensação de arejamento, a ideia de que o branco é a única solução para espaços pequenos é um mito. De facto, a chave está na iluminação adequada, na colocação cuidadosa dos móveis e na utilização estratégica da cor. Os tons mais escuros podem acrescentar profundidade e calor a uma divisão, enquanto os truques de design inteligentes, como espelhos e mobiliário multifuncional, podem maximizar o espaço, independentemente da cor da parede.

Uma peça como o nosso sofá Beaumont fará com que qualquer projeto de design de interiores pareça maior devido à sua funcionalidade. O seu sistema de abertura de movimento único abre espaço para uma cama convidativa, combinando um sofá tradicional com uma cama moderna sem comprometer o design!

Mito 2: É essencial combinar os móveis

Existe uma ideia errada de que todas as peças de mobiliário de uma divisão têm de combinar na perfeição. Se isso fosse verdade, não haveria graça nenhuma em conceber um projeto de design de interiores!

Embora a coordenação de elementos possa contribuir para um aspeto coeso, os espaços demasiado uniformes podem parecer insípidos e sem inspiração. A mistura de diferentes estilos, texturas e materiais acrescenta interesse visual e personalidade a um projeto. Abrace a diversidade, combinando diferentes tipos de materiais e formas ou incorporando detalhes únicos que reflitam o gosto do cliente.

Por exemplo, combinámos a nossa cama Echo em tecido Bergen Toffee com a nossa banqueta Henry em pele Rupert Elephant. Diferentes texturas e diferentes cores!

Mito 3: Salas pequenas requerem mobiliário pequeno

Em espaços compactos, há uma tendência para gravitar em torno de mobiliário pequeno, numa tentativa de preservar uma sensação de abertura. No entanto, esta abordagem pode ter um efeito contrário, fazendo com que a divisão pareça desordenada e desarticulada. Optar por mobiliário de escala adequada que se adapte às proporções do projeto de design de interiores é a melhor opção.

Nalguns casos, algumas peças de maior dimensão, como o nosso pouf Zigzag, podem criar a ilusão de magnitude, enquanto uma peça modular, como o nosso sofá Disruption, pode proporcionar versatilidade sem sacrificar um espaço precioso!

Mito 4: Todas as divisões precisam de um toque de cor

Outro mito muito comum é o de que todas as divisões precisam de um toque de cor arrojado para serem visualmente apelativas. Sim, a cor pode, de facto, acrescentar vibração e personalidade a um espaço, mas não é um requisito para que um projeto de design de interiores seja bom! Na realidade, a utilização eficaz da cor depende de vários fatores, como o tamanho da divisão, a luz natural e os objetivos estéticos gerais do cliente.

Acreditamos que as paletas de cores neutras podem criar uma atmosfera serena e intemporal, enquanto os subtis toques de cor através de acessórios ou obras de arte podem acrescentar personalidade sem sobrecarregar os sentidos. O segredo é encontrar o equilíbrio certo que complemente o espaço e reflita o gosto e as preferências do proprietário!

Esperamos que este artigo o ajude a ver a indústria do design de interiores de uma perspetiva diferente e o que está envolvido na conceção de um projeto. Ao desmistificar os mitos comuns e abraçar as realidades do design, os designers de interiores podem embarcar nos seus projetos com mais confiança e clareza.

Lembre-se, a verdadeira essência do design não reside na adesão a regras arbitrárias, mas na capacidade de criar espaços que refletem individualidade, criatividade e, acima de tudo, conforto!

 

VER MAIS: Calma Mediterrânica: Um Projeto De Sala De Estar Com A Panton

Trabalhamos todos os dias para lhe trazer as ideias mais estilosas para inspirá-lo e para que crie decorações memoráveis. Esteja atento às nossas novidades através da Página do Instagram e através da nossa newsletter.